Contact | Blog | Project Noah Facebook | Project Noah Twitter

A global citizen science platform
to discover, share and identify wildlife

Join Project Noah!

Tortoise Beetle

Subfamília CASSIDINAE

Habitat:

Dormindo ou devorando folhas de T. Catappa No quintal.

Notes:

Subfamília CASSIDINAE: Os Cassidíneos, que constituem com os Hispíneos o outro grupo dos Fronticornia ou Cryptostomes, apresentam também aspecto característico. De alguns milímetros a poucos centímetros de comprimento, têm, quase todos, o corpo de contorno oval ou sub-circular, chato inferiormente e convexo ou mesmo giboso na parte dorsal dos élitros, com as margens destes e do pronoto achatadas e dilatadas. A cabeça, encoberta pela aba anterior expandida do pronoto, pode encolher-se completamente dentro do tórax; as pernas, também em grande parte encobertas pelos élitros, podem retrair-se inteiramente de encontro ao corpo.

Devido à forma característica que apresentam, os Ingleses e Norte-Americanos chamam-nos de "tortoise", "turtle", "shield-beetles". Muitos deles apresentam cores vistosas e não raro, quando vivos, têm, senão todo o corpo, partes douradas, coloração esta que desaparece pouco tempo depois do inseto morto. As larvas, geralmente ovais, largas, mais ou menos achatadas e espinhosas, alimentam-se de folhas. Muitas delas carregam sobre o corpo uma cobertura, constituída pelos excrementos secos aderentes às exúvias, confeccionada e presa ao corpo mediante processo fusiforme, às vezes consideravelmente desenvolvido. Ao se transformarem em pupas ficam presas a uma folha ou a um galho, às vezes gregariamente pela parte posterior do corpo. As pupas de algumas espécies, como as larvas, não raro apresentam formas extremamente curiosas. As de Omaspides pallidipennis, quando uma delas é tocada, simultaneamente projetam-se as demais erectas, para fora. -Hemisphaerota tristis, curioso casulo protetor da larva e da pupa. Casulo protetor de Hemisphaerota, aspecto de cesto, constituído por excremento dessecado em longos filamentos.

Esta subfamília, depois de Alticinae, é a que tem maior número de representantes na Região Neotrópica (cerca de 3.000 espécies). Contam-se perto de 1.700 distribuídas nas tribos: Himatidiini (a menor), Mesomphaliini (a maior) e Cassidini.

• Tribo Imatidiini: Gêneros Imatidium, Calliaspis, Stilpnaspis e Spaethaspis. • Tribo Delocraniini: Generos Delocrania (Delocrania cossyphoides - As larvas e os adultos atacam a epiderme da face inferior dos folíolos dos coqueiros e de outras palmáceas dos gêneros Diplothemium, Attalea, etc.) • Tribo Hemisphaerotini: Gêneros Spaethiella e Hemisphaerota ( Espécie H. tristis), (Espécie Porphyaspis reis-magalhaesi - larvas desenvolvem-se em folhas de cacaueiro e de ingazeiro), (espécie H. crassicornis - arvas e adultos vivem em folhas tenras das palmeiras Washingtonia filifera, Phoenix jubae e Cocos romanzoffiana.) • Tribo Spilophorini: Spilophora e Calyptocephala. • Tribo Mesomphaliini: Observados causando danos a batata doce (Ipomoea batatas) e outras Convolvuláceas, principalmente do gênero Ipomoea. Stolas bispustulata, PseudomesomphaIia bipustulata, Neomphalia sexpustulata, S. flavoguttata, S. misella, S. bondari, S. cyaanea, S. misella, S. sexpustulata, S. vulnerata, Stolas haematodes, Poecilaspis haematodes, Poecilaspis ruforeticulata, S. ruforeticulata.

Stolas (Botonochara) angulata (Poecilaspis angulata) Vive também em Convolvuláceas, principalmente do gênero Ipomoea, Acromis spinifex, Selenis spinifex, Stolas rubroguttata. Ainda sobre Ipomoea sp.: Echoma dichroa, E. solieri, Omaspides sp., Echoma flava, Omoplata flava.

Omaspides nigrolineata, Omoplata nigrolineata (ataca cacaueiros). Chelymorpha cinctipennis, C. cristellata, C. cribaria, C. inflata, C. marginata, C. puncticollis (atacam Convolvuláceas).

Chelymorpha indigesta, Anacassis prolixa (Alimenta-se de Baccharis spicata) (parasitados por Eucelatoriopsis parkoi).

As Borragináceas do gênero Córdia são freqüentemente atacadas por vários Cassidíneos. Sobre elas foram observados os seguintes: Oma denticulata e Polychalca bicornuta em Córdia salzmanni. Polychalca aerea (Desmonota aerea), P. cariosa (Desmonota cariosa) P. punctatissima ( Desmonota variolosa) e Ischyrosonyx thoni (Eurypedus oblongus ) sobre Córdia cylindrostachya. Cistudinella obducta e Corrija longipeda sobre Cordia sp. C. lateripunctata Spaeth, sobre Patagonula americana.

Sobre Mikania glomerata Stolas corticina e Stolas chalybaea cupreata. Em aboboreira e outras Cucurbitáceas encontra-se - Stolas conspersa . Hyptis por Omocerus antiquus e Polychalca metallica. Sobre ipês (Tecoma spp., T. argentea, T. ipe etc.), vivem várias espécies de Dorynota Chevrolat, D. ensifera, D. pugionata, D. spinosa.

A tribo Cassidini compreende também muitas espécies, algumas de real interesse econômico, como as seguintes, que atacam Ipomoea batatas: Agroiconota judaica, Metriona sejuncta, M. sexpunctata, M. tenella, M. virgulata. Deloyala cruciata e Ctenochira acicuIata.

Atacando Ipomoea sp., Cteisella egens e Charidotella seriatopunctata sobre Ipomoea malvaeoides. Cordia cylindrostachya é atacada por Coptocycla contemta. O mesmo inseto e C. (Coptocyclella) adamantina Atacam Cordia longipeda e Cordia salzmanni. Charidotis clypeolata ataca Tecoma ipe. C. gibbipennis Spaeth, Anisomeris obtusa e C. ocularis, Arrabidaea triplinervia. Charidotis aureoguttata ataca Bignonia unguiscalis. Pyrostegia venusta (Bignoniacea) é atacada por Charidotis mansueta e C. punctatostriataBoh. Nuzonia graminea encontrada sobre Solanaceae. Metriona elatior em S. sisymbrifolium e S. arrebentam. Plagiometriona flavescens vive sobre Acnistus spinosus e Plagiometriona gibbifera. Syngambria bisinuata alimenta-se de Pithecoctenium echinatus.

(http://www.acervodigital.ufrrj.br/inseto...)


Species ID Suggestions



Sign in to suggest organism ID

8 Comments

LaurenZarate
LaurenZarate 5 years ago

Beautiful one Kel….

Sckel
Sckel 5 years ago

thanks, dan.

dandoucette
dandoucette 5 years ago

Nice spot kel!

Sckel
Sckel 5 years ago

Concordo, eles são lindos, tortoise beetles, são os besouros mais lindos do planeta. Eu acho que eu é que vou para Minas. Voce tem uma coleção soberba desses besouros, eu só vi três pequenos em toda minha vida.


thanks, they are so small and very hard to find around here. I am happy to see this beetle, I hope that you can also find some. Sergio has some kind of magic spell to find tortoise beetles, but he doesn't say.


thanks, bay, :)

RiekoS
RiekoS 5 years ago

Beautiful tortoise beetle! I have never spotted these beauties as of yet.
It will be really great if two of you can meet!

Sergio Monteiro
Sergio Monteiro 5 years ago

Not this one, bayucca. Maybe I must spend some days in Espirito Santo (just 1.200 Km from here...).

bayucca
bayucca 5 years ago

Chrysomelidae, Cassidinae, Tortoise Beetle. Sergio may have it also in his huge collection?

Sergio Monteiro
Sergio Monteiro 5 years ago

Coisa mais linda!

Sckel
Spotted by
Sckel

Cariacica, ES, Brazil

Lat: -20.24, Long: -40.36

Spotted on Feb 28, 2014
Submitted on Feb 28, 2014

Spotted for Missions

Related Spottings

Coleóptero Eacles imperialis Flea beetle Dung beetle

Nearby Spottings

Bug Stink bug nymph Spotting Pea Weevil